Envie para seus amigos

Verifique os campos abaixo!






Comunicar Erro

Verifique os campos abaixo!




19/06/2019

Mais facilidade para acesso ao crédito

O acesso ao crédito é uma das principais ferramentas para que os empreendedores possam criar novos negócios ou manter, aprimorar e ampliar suas empresas. E facilitar a aproximação entre indústrias e agentes financeiros, possibilitando a viabilização de projetos, é uma das prioridades do Sistema Fiep. Por meio do Núcleo de Acesso ao Crédito (NAC), são ofertados serviços de orientação e capacitação para que as empresas acessem as linhas de financiamento mais apropriadas para seus objetivos.

A atuação do NAC é integrada a uma rede coordenada e apoiada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), que conta com núcleos nas Federações das Indústrias estaduais. Um diferencial do Sistema Fiep é ser a única entidade que possui um Posto de Informações do BNDES. Nos três últimos anos, o NAC atendeu mais de 530 empresas em busca de crédito, apoiando na concessão de mais de R$ 172 milhões em financiamentos do BNDES.

Fomento Paraná

Este ano, a atuação do NAC foi ampliada. Desde maio, os industriais paranaenses têm a oportunidade de buscar orientação e acessar o crédito mais próximo de sua região. Por meio de uma parceria com a Fomento Paraná, instituição financeira ligada ao governo estadual, as Casas da Indústria do Sistema Fiep em Ponta Grossa, Maringá, Londrina e Cascavel contam com analistas disponíveis para atender os empresários.

Com pessoal treinado em cada unidade, além de receber orientação sobre as linhas de financiamento, condições, prazos e taxas, os industriais também têm assistência em todo o processo junto à Fomento Paraná, principalmente no crédito voltado para investimento. O trabalho dos técnicos vai desde o atendimento inicial, para entender a necessidade do industrial, até o auxílio sobre a documentação necessária.

A orientação é fundamental. Isso porque o crédito pode ser mais caro ou mais barato, com maior ou menor prazo, dependendo da finalidade do dinheiro. Muitas vezes, o empresário disposto a tomar um valor emprestado, após a avaliação, consegue reduzir seu endividamento e encontrar melhores condições do que havia previsto.

Investimentos

Com maior capilaridade para auxiliar o industrial, a expectativa é dobrar os atendimentos do NAC no Paraná. Especialmente, aumentando a quantidade de recursos destinada a investimentos, condição importante para a abertura de novos postos de trabalho.

Nos últimos anos, a crise atravessada pelo país obrigou os empresários a mudar seu comportamento. Em 2016, 30% dos atendimentos realizados pelo NAC buscavam crédito para capital de giro, utilizado para manutenção das atividades e realização de vendas. Em 2018, esse número chegou a 48%. No mesmo período, houve redução dos pedidos de recursos para investimentos em obras de ampliação ou compra de maquinário, por exemplo.

Custos menores

Para ajudar a reverter esse quadro, o novo serviço oferecido pelo Sistema Fiep vai permitir que o industrial saia da Casa da Indústria sabendo tudo que precisa para conseguir seu crédito. Por ser um banco de desenvolvimento, a Fomento Paraná costuma oferecer taxas com custos menores, muitas vezes até subsidiadas, e com prazos maiores do que os bancos tradicionais. E a avaliação para aprovar os financiamentos leva muito mais em consideração o projeto da empresa e a geração de empregos que pode resultar do que simplesmente seu faturamento e histórico bancário.

Saiba mais

A parceria com a Fomento Paraná oferece várias linhas de crédito para empresas com:

  • Faturamento de até R$ 90 milhões por ano.

  • Projetos com custo de R$ 20 mil a R$ 1,5 milhão.

Para mais informações, acesse fiepr.org.br/credito

Fiep   Federação das Indústrias do Estado do Paraná   Direitos Reservados
Av. Cândido de Abreu, 200   Centro Cívico   80530-902   Curitiba   PR