Boas Práticas - 11/02/2011

Países africanos demonstram interesse em trabalhar para o alcance dos ODM

Ações realizadas no Brasil e no Paraná foram apresentadas durante Seminário realizado em Israel

 

clique para ampliar clique para ampliarRepresentantes de 18 países estiveram presentes no Seminário (Foto: Rosane Fontoura)

O Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade e o Movimento Nós Podemos Paraná, articulado pelo Sistema Fiep desde 2006,  estiveram presentes no Seminário "Alavancando recursos para o desenvolvimento econômico local" que aconteceu de 10 de janeiro a 3 de fevereiro, em Israel.  O trabalho desenvolvido no Paraná e no Brasil foi apresentado pela  colaboradora do Sesi-PR, Rosane Fontoura , que participou  do processo seletivo para  estar no Seminário .

Rússia, Ucrânia, Jordânia, Geórgia, Colômbia, Tailândia, Colômbia, Camarões e países da Ásia, como Cambodia, Filipinas e Miamar são alguns dos países que estiveram presentes no evento. Através da troca de experiências entre os países foi possível conhecer como os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM)estão sendo trabalhados em outras partes do mundo.

We Can Nairóbi, uma possibilidade
Para a professora da Universidade de Nairóbi (no Quênia), a PhD Anne Aseey, os ODM estão integrados ao Desenvolvimento Econômico Local.  Para ela, são necessárias mais campanhas em relação aos ODM nos países em desenvolvimento, como nas comunidades rurais do Quênia. A professora disse ter gostado da forma com que o Brasil e o Paraná têm realizado ações em prol aos ODM. Anne destacou que por iniciativa própria está realizando o projeto de uma Conferência, em novembro, sobre os ODM e pretende contar com a presença do Brasil nesta conferência para a realização de um Círculo de Diálogo. Ela também demonstrou interesse em promover o We Can Nairóbi.

Em Camarões, modelo brasileiro pode ajudar
Na república de Camarões, dos ODM derivam as ações de Desenvolvimento Econômico Local (DEL). "Muitas estratégias do DEL são derivadas dos desafios de alcançar os Objetivos do Milênio", disse o representante da organização Global Development Project Network, Carine Majack. Os principais desafios para o país são desenvolver capacidades de liderança na população e obter o compromisso de todos os setores da sciedade.

A Global Development Project Network promove ações para o alcance de alguns dos 8 ODM. Após conhecer como o Brasil desenvolve ações no Movimento Nós Podemos Paraná, afirmou que a abordagem implementada no Brasil é muito interessante e pode ajudar outros países africanos que estão no processo de implementação.


Para as representantes da Nigéria, trabalhos de redução de pobreza e de promoção das mulheres são prioridades da Global Hope for Women and Children Foundation. A instituição desenvolve projetos de empreendedorismo com as mulheres viúvas, que ficam sem assistência financeira.

Valorização, empoderamento e renda da mulher

No Senegal, o Departamento de Capacitação em que trabalha a participante do Seminário, Fatou Diase, tem como objetivo diminuir a pobreza entre as mulheres e iniciar no processo de promoção delas. "Esta é a razão de trabalharmos no campo da capacitação e geração de renda. Trabalhamos pela promoção da igualdade de gêneros e pelo empoderamento da mulher", disse Fatou. Ela ficou interessada em promover ações para criar o movimento Nous Pouvons Thies, no município onde reside.

A representante da Tanzânia também mostrou interesse na tecnologia social dos Círculos de Dialogo, pois 50% da população do país está em extrema pobreza, vivendo com U$ 1,25 por dia.

"Apesar das diferenças culturais e políticas, a colaboração entre os países é fundamental", salientou Rosane Fontoura.

 

Deixe seu coment�rio





Site Seu blog ou p�gina pessoal


1. Os sites do Sistema Fiep incentivam a pr�tica do debate respons�vel. S�o abertos a todo tipo de opini�o. Mas n�o aceitam ofensas. Ser�o deletados coment�rios contendo insulto, difama��o ou manifesta��es de �dio e preconceito;
2. S�o um espa�o para troca de id�ias, e todo leitor deve se sentir � vontade para expressar a sua. N�o ser�o tolerados ataques pessoais, amea�as, exposi��o da privacidade alheia, persegui��es (cyber-bullying) e qualquer outro tipo de constrangimento;
3. Incentivamos o leitor a tomar responsabilidade pelo teor de seus coment�rios e pelo impacto por ele causado; informa��es equivocadas devem ser corrigidas, e mal entendidos, desfeitos;
4. Defendemos discuss�es transparentes, mas os sites do Sistema Fiep n�o se disp�em a servir de plataforma de propaganda ou proselitismo, de qualquer natureza. e
5. Dos leitores, n�o se cobra que concordem, mas que respeitem e admitam diverg�ncias, que acreditamos pr�prias de qualquer debate de id�ias.

 Aceito receber comunica��o da Fiep e seus parceiros por e-mail
 
Nós Podemos Paraná - Av. Comendador Franco, 1341 - Jardim Botânico - 80215-090 - Curitiba/PR - Fone: 41 3271-7692