clique para ampliarclique para ampliar (Foto: Fotolia)

O último levantamento divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) aponta que, em abril de 2018, o volume de venda de móveis no mês ficou estável (0,0%). Mesmo assim a variação dos primeiros quatro meses deste ano recuou menos do que até março (-1,1% ante -1,5%) e também acentuou a alta no acumulado de 12 meses, de 3,8% até março para 4,2% até abril.

Em receita nominal de vendas, o setor apresentou queda de 0,1% em abril. No acumulado de janeiro a abril a queda nesta base de análise é de -1,8% (menor do que -2,3% até março) e no acumulado de 12 meses, a alta é de 4,3% (4,0% até março).

No Paraná, o setor de madeira foi um dos 14 setores que teve a maior queda (-17,05%), ficando atrás apenas do setor de borracha e plástico (-23,67%). Em geral o resultado de vendas na indústria do Paraná em abril confirma a tendência de crescimento do setor projetado pela Fiep em janeiro. O valor é 17,31 % maior que o registrado no mesmo mês no ano passado e o saldo acumulado este ano já é de +7,82%.

Apesar da recuperação lenta, os dados da pesquisa Indicadores Conjunturais já apontam alta por quatro meses seguidos. "Cada vez mais setores da economia estão acumulando resultados positivos e a recuperação vem se expandindo mês a mês. Devemos manter a expectativa de um primeiro semestre melhor do que tivemos em 2017", estima o economista da Fiep, Roberto Zurcher.

Leia mais notícias do setor em http://www.fiepr.org.br/boletins-setoriais/2/.