clique para ampliarclique para ampliar (Foto: Ori Systems)
O conceito de urbanização adensada em várias cidades do mundo trouxe desafios para diversos ramos da indústria, e a produção de móveis não poderia ficar de fora. Os clientes moram em espaços cada vez mais reduzidos e querem usufruir de todo o mobiliário necessário para uma vida confortável.

Na região de Boston (EUA), uma startup desenvolveu um sistema de mobiliário baseado no origami japonês, a arte de dobrar papéis para criar diferentes formas. O Ori Systems funciona com base em robôs modulares que se adaptam aos espaços de acordo com a atividade que o morador quer executar (dormir, trabalhar, receber amigos etc.) no sistema plug and play (é só ligar e usar). Basta o usuário apertar um botão, bater palmas ou dar um comando de voz que o mecanismo faz com que o mobiliário se adapte conforme a necessidade, a partir de configurações pré-definidas. A interface do sistema se dá por meio de sensores de movimento, e há possibilidade de se conectar a diferentes dispositivos, como smartphones, por exemplo.
 
A empresa oferece os sistemas nos modelos Full ou Queen. Ambos têm um console para controlar o movimento da unidade, bem como um aplicativo para reconfigurar a unidade a partir de qualquer lugar do mundo. O Ori Systems pode ser instalado em prédios já existentes e em novos projetos. Sua embalagem permite que seja montado no local. É só plugar na rede elétrica convencional.
 
Confira outras notícias do setor em http://www.fiepr.org.br/boletins-setoriais/2/.