Sindiminerais PR
Sindiminerais PR
Vidro e argila - 21/03/2013

Estudo aborda uso de resíduos de lâmpada na cerâmica

O resíduo é misturado na massa argilosa e tem a função de melhorar a qualidade do produto

A doutoranda Alline Morais, pela Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (Uenf) realizou um estudo sobre a inserção de resíduos de lâmpada na composição da cerâmica vermelha. O trabalho acaba de ser apresentado no Congresso Internacional TMS 2013 (Annual Meeting & Exhibition), que aconteceu de 3 a 7 de março, em San Antonio nos Estados Unidos.

Com o título de “Caracterização de resíduo de vidro de lâmpada fluorescente para incorporação em cerâmica vermelha”, a autora mostra os resultados da caracterização de do material obtido com a descontaminação desse tipo de lâmpada.

A ideia é incorporar esse resíduo a uma massa argilosa para a produção de cerâmica vermelha. Com isso, espera-se ser possível melhorar a qualidade da cerâmica e, também, promover a destinação ambientalmente correta para o rejeito.

“Estamos estudando o resíduo para saber sua composição química”, afirma Alline. Ela explica que a caracterização é uma das etapas mais importantes para que a pesquisa possa vir a ser utilizada na produção industrial. Nesta fase, é feito o processo de conhecimento deste resíduo em termos físicos, morfológicos e de comportamento térmico. “Isso para conseguirmos adequá-lo à massa de cerâmica vermelha”, afirma.

A utilização da técnica ainda não foi testada em escala industrial. Existe a possibilidade de a autora entrar em contato com empresas após a publicação do estudo em revistas científicas.

Deixe seu comentário

Site Seu blog ou página pessoal


1. Os sites do Sistema Fiep incentivam a prática do debate responsável. São abertos a todo tipo de opinião. Mas não aceitam ofensas. Serão deletados comentários contendo insulto, difamação ou manifestações de ódio e preconceito;
2. São um espaço para troca de idéias, e todo leitor deve se sentir à vontade para expressar a sua. Não serão tolerados ataques pessoais, ameaças, exposição da privacidade alheia, perseguições (cyber-bullying) e qualquer outro tipo de constrangimento;
3. Incentivamos o leitor a tomar responsabilidade pelo teor de seus comentários e pelo impacto por ele causado; informações equivocadas devem ser corrigidas, e mal entendidos, desfeitos;
4. Defendemos discussões transparentes, mas os sites do Sistema Fiep não se dispõem a servir de plataforma de propaganda ou proselitismo, de qualquer natureza. e
5. Dos leitores, não se cobra que concordem, mas que respeitem e admitam divergências, que acreditamos próprias de qualquer debate de idéias.

 Aceito receber comunicação da Fiep e seus parceiros por e-mail
 

Filie-se

Associe-se