Localização

aplaluminios@hotmail.com

 




Destaques



Você está no site:   Fiep   /   Sindicatos   /   Sindimetal Sudoeste   /   APL Alumínio Sudoeste  Noticias
Tamanho da fonte : Aumentar +A | Diminuir -A

Segmentos da metalurgia obtêm resultados diferentes em 2011

Segmentos da metalurgia obtêm resultados diferentes em 2011


Segmentos da metalurgia obtêm resultados diferentes em 2011


Enquanto setor de produtos de metal teve alta de 13,68% nas vendas em comparação com ano anterior, metalúrgica básica apresentou queda de 7,54%

A indústria paranaense vendeu 5,8% a mais em 2011 em comparação a 2010. O resultado fez do ano passado o de melhor faturamento para a indústria do Paraná em toda a série histórica pesquisada pela Fiep desde 1986. Além disso, com o resultado de 2011, completam-se três anos de crescimento consecutivo.

Os gêneros que mais contribuíram para o bom desempenho ao longo do ano foram os de maior peso relativo na economia do Estado: Alimentos e Bebidas (com participação de 2,7% dos 5,80% e crescimento de 5,76%), Refino de Petróleo e Produção de Álcool (participação de 1,6% e expansão de 12,05%) e Veículos Automotores (participação de 1,38% e aumento de 9,61%).

No entanto, segmentos diversos da metalmecânica apresentaram resultados diferentes. As indústrias que mais sofreram foram as voltadas a abastecer mercados que são afetados pela crise internacional e pela concorrência com insumos importados. Houve uma grande queda nas vendas reais da indústria da metalúrgica básica -33,02% e produtos de metal (excluindo máquinas e equipamentos) -30,30%, na comparação dos meses de dezembro com novembro de 2011.

"É uma situação atípica, porque normalmente a indústria está mais aquecida no final do ano", afirma Jerri Adriani Chequin, economista do Setor de Coordenação de Desenvolvimento da Fiep. Entre as razões destes percentuais, estão a taxa cambial e, principalmente, a desaceleração da indústria causada pela incerteza dos empresários com a crise na Europa.


Por outro lado, a variação acumulada das vendas industriais reais de janeiro a dezembro de 2011 sobre o mesmo período do ano anterior mostrou números mais animadores, pelo menos para o segmento de produtos de metal, que registrou alta de 13,68%. Já a metalúrgica básica apresentou queda de 7,54%. Mas o economista explica que os números não representam todo o segmento. "Existem empresas no ramo de metalurgia básica que estão funcionado com força máxima, depende muito do setor que elas atendem", afirma Chequin. Um dos destaques é o segmento de infraestrutura, como instalação de linhas de energia da Copel. Já os fornecedores para máquinas e equipamentos do agronegócio sentiram retração nas vendas por conta da queda de safras de importantes produtos agrícolas.

Emprego - O desempenho positivo das vendas refletiu-se também no nível de emprego, que cresceu 3,38%. De acordo com análise do Departamento Econômico da Fiep, responsável pela pesquisa, os dois índices situam a indústria do Paraná como a de melhor desempenho entre os Estados brasileiros do Sul e Sudeste de 2002 a 2011.

"A performance do faturamento em 2011 ficou acima daquela manifestada pelo ritmo de crescimento da economia nacional, fato que vem se repetindo nos últimos anos", observa Maurílio Schmitt, coordenador do Departamento Econômico da Fiep. Este aumento não foi apenas motivado pela elevação de postos de trabalho, da renda e das boas safras paranaenses, mas também pela abundante oferta de crédito pessoal dos últimos anos.

Fonte: Sistema FIEP, Boletim Sindical Sindimetal Sudoeste.





Voltar       Versão para impressão
Envie a notícia por email
Seu nome:
Seu email:
Enviar para:
Email:
Comentário:


 

Contato
Fale conosco

Contato
Participe do APL de Alumínios do Sudoeste PR

Ver Todas

Parceiros

Nenhum
  • Norma Regulamentadora nº 1
  • FEIRAS E NEGÓCIOS
  • CALENDÁRIO DE FEIRAS
  • FIEP - Federação das Indústrias do Estado do Paraná - Direitos Reservados

    Av. Candido de Abreu, 200 - Centro Cívico
    80530-902 - Curitiba/PR - Fone: 41 3271-9000