Envie para seus amigos

Verifique os campos abaixo!






Comunicar Erro

Verifique os campos abaixo!




13/04/2012

Plásticos

1. Introdução
A Cadeia Produtiva de Materiais Plásticos está presente em praticamente todos os setores da economia, sendo uma expressiva geradora de empregos e divisas para o nosso Estado. É interessante verificarmos que atualmente encontramos plásticos na constituição da maioria dos bens de consumo - quer na sua totalidade; apenas em algumas partes; ou mesmo como sua embalagem.

A importância dos plásticos em nosso cotidiano é evidente, uma vez que sua difusão trouxe inúmeros benefícios à sociedade moderna. Suas características como resistência, durabilidade e leveza, aliados à sua versatilidade e custos acessíveis, possibilitaram a sua ampla utilização, tornando-os parte de nosso dia-a-dia. Devido a essas características, os plásticos têm sido empregados como substitutos a diversos outros materiais - particularmente metal e madeira - apresentando, na maioria dos casos, desempenho superior ao material anteriormente utilizado. A este exemplo, podem ser citadas diversas peças em automóveis que, por não sofrerem corrosão e não se deformarem facilmente, elas passaram a ser projetadas e produzidas com materiais plásticos.



2. Caracterização Técnica da Cadeia
A Cadeia Produtiva de Materiais Plásticos compreende desde os produtores de derivados de petróleo até os recuperadores materiais plásticos, e foi dividida em quatro elos principais: empresas de primeira geração, as Centrais de Matéria-Prima, produtoras de petroquímicos básicos, produtos resultantes da primeira transformação de correntes petrolíferas (nafta e gás natural); empresas de segunda geração, as Unidades de Polimerização, destinadas à produção de resinas, que são produtos intermediários, não somente para esta Cadeia, mas para todo o setor petroquímico; empresas de terceira geração, as Unidades de Transformação destinadas à produção de utensílios para os segmentos de alimentação, construção civil, automotivo. Este elo é formado por grupos de empresas que a montante na cadeia produtiva tem em comum os fornecedores e processos básicos de produção. A jusante, entretanto, pouco têm em comum, pois produzem os mais diversos tipos de materiais. E, por fim, as Recicladoras de Materiais Plásticos encarregadas de retroalimentar a cadeia produtiva através da captação, seleção e preparação dos resíduos plásticos para serem novamente utilizados.

A cadeia produtiva também engloba outros segmentos que são indiretamente vinculados à produção, tais como: siderúrgicas; empresas metal mecânicas, além de outras empresas que fornecem algum tipo de produto ou serviço à cadeia. Todavia, por questões metodológicas, estes segmentos não serão foco desta abordagem.



3. Atores
A delimitação dos elos se deu através de trabalho de pesquisa na literatura técnica sobre a indústria petroquímica e de plásticos, encontradas em instituições especializadas (associações de classe e outras). Dada a diversidade de produtos finais ofertados pela Cadeia Produtiva de Materiais Plásticos, o desenho da cadeia foi obtido, "perseguindo" as respectivas matérias-primas e relações entre os atores.

As Centrais de Matéria-Prima abarcam o CNAE 20.21-5 denominado Fabricação de produtos petroquímicos básicos. As Unidades de Polimerização são enquadradas nas classes CNAE: 20.22-3 Fabricação de intermediários para plastificantes, resinas e fibras; 20.29-1 Fabricação de produtos químicos orgânicos não especificados anteriormente; 20.31-2 Fabricação de resinas termoplásticas; 20.32-1 Fabricação de resinas termofixas; e 20.93-2 Fabricação de aditivos de uso industrial. As Unidades de Transformação são identificadas no Grupo 22.2 Fabricação de produtos de material plástico, o qual se subdivide em quatro classes: 22.21-8 Fabricação de laminados planos e tubulares de material plástico; 22.22-6 Fabricação de embalagens de material plástico; 22.23-4 Fabricação de tubos e acessórios de material de plástico para uso na construção; e, por fim, a classe mais abrangente, 22.29-3 Fabricação de artefatos de material plástico para uso pessoal e doméstico, a qual é composta por quatro subclasses: 2229-3/01 Fabricação de artefatos de material plástico para uso pessoal e doméstico; 2229-3/02 Fabricação de artefatos de material plástico para usos industriais; 2229-3/03 Fabricação de artefatos de material plástico para uso na construção, exceto tubos e acessórios; e 2229-3/99 Fabricação de artefatos de material plástico para outros usos não especificados anteriormente. Vale ressaltar que existem outras subclasses que apresentam material plástico. Porém, além de possuírem participação muito pequena, poderíamos incorrer em dupla contagem, motivos pelo quais, estas foram omitidas. As Recicladoras de Materiais Plásticos estão representadas na classificação CNAE através da Classe 38.32-7 Recuperação de materiais plásticos. 

Fiep   Federação das Indústrias do Estado do Paraná   Direitos Reservados
Av. Cândido de Abreu, 200   Centro Cívico   80530-902   Curitiba   PR