Envie para seus amigos

Verifique os campos abaixo!






Comunicar Erro

Verifique os campos abaixo!




18/04/2012

Encontro discute ações e estratégias para política industrial paranaense

O Dia do Estado do Paraná reuniu mais de vinte representantes dos governos federal, estadual e iniciativa privada na quinta-feira (22/7), na sede da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), em Brasília. Durante o encontro, a presidente do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (Ipardes), Maria Lúcia Urban, apresentou a versão preliminar da Política de Desenvolvimento Produtivo (PDP) paranense que será lançada oficialmente na capital do estado no início de agosto.

“O alinhamento da política estadual paranaense com a Política de Desenvolvimento Produtivo (PDP) do Governo Federal é fundamental e se reverte em competitividade para a indústria local. O aprendizado mútuo na elaboração dos programas e estratégias torna a política pública mais efetiva a partir do compartilhamento de ideias e ações”, avalia o coordenador da Rede Nacional de Política Industrial (Renapi), Paulo Lacerda.

O Paraná segue o exemplo de Minas Gerais, primeiro estado brasileiro a aplicar o modelo da PDP do Governo Federal, lançada em 2008, para a elaboração de uma Política estadual. Segundo o coordenador da RENAPI, outros três estados também estão em fase de elaboração da PDP local. São eles: Maranhão, Mato Grosso do Sul e Pará.

“A Política é um divisor de águas. O trabalho foi feito a quatro mãos com contribuições de profissionais do Governo do Estado e da Fiep. A ideia é aprimorar o trabalho a partir do diálogo e da troca de experiências, opiniões e contribuições”, destacou o gerente de Fomento e Desenvolvimento da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), Gustavo Fanaya. 

O secretário de Planejamento do Paraná, Allan Jones dos Santos, destacou que a PDP paranaense ainda passará por ajustes até ser lançada oficialmente pelo governo estadual. “Estamos entusiasmados em dar continuidade ao trabalho a partir de sugestões feitas durante o encontro. O modelo estruturado de Política e o apoio de entidades como a ABDI nos traz a certeza que estamos no caminho certo e alcançaremos sucesso na implementação da iniciativa”, observou. 

O Dia do Estado faz parte das ações promovidas pela RENAPI que possui Núcleos de articulação entre as esferas público e privada em 18 estados brasileiros. “Avançamos muito e a integração do Paraná na RENAPI foi fundamental. A partir daí, o governo autorizou a criação de um grupo técnico para elaborar a política”, evidenciou a presidente do Ipardes.

Os participantes do evento assistiram apresentações de profissionais do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic) e da ABDI que coordenam programas voltados às cadeias produtivas. Entre eles, o coordenador da PDP da Indústria Marítima, Carlos Macedo. Ele sugeriu a participação das cadeias produtivas, como madeira e móveis e complexo metal-mecânico no Catálogo Navipeças, publicação elaborada pela ABDI e (Onip) com lista de fornecedores para abastecer a indústria naval.

Já o representante da Secretaria de Comércio Exterior do Ministério, Rodrigo Faria, aconselhou dar atenção a infraestrutura logística do estado. “É preciso olhar os corredores de movimentação de carga até os portos. Não adianta investir em certificações com gargalos na infraestrutura de transportes.” Segundo ele, há uma perda de quase 5% dos grãos no transporte.

Fonte: Coordenação de Comunicação - ABDI, 28-07-2010

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os seguintes erros foram encontrados:








    1. Os sites do Sistema Fiep incentivam a prática do debate responsável. São abertos a todo tipo de opinião. Mas não aceitam ofensas. Serão deletados comentários contendo insulto, difamação ou manifestações de ódio e preconceito;
    2. São um espaço para troca de ideias, e todo leitor deve se sentir à vontade para expressar a sua. Não serão tolerados ataques pessoais, ameaças, exposição da privacidade alheia, perseguições (cyber-bullying) e qualquer outro tipo de constrangimento;
    3. Incentivamos o leitor a tomar responsabilidade pelo teor de seus comentários e pelo impacto por ele causado; informações equivocadas devem ser corrigidas, e mal entendidos, desfeitos;
    4. Defendemos discussões transparentes, mas os sites do Sistema Fiep não se dispõem a servir de plataforma de propaganda ou proselitismo, de qualquer natureza.
    5. Dos leitores, não se cobra que concordem, mas que respeitem e admitam divergências, que acreditamos próprias de qualquer debate de ideias.
    Fiep   Federação das Indústrias do Estado do Paraná   Direitos Reservados
    Av. Cândido de Abreu, 200   Centro Cívico   80530-902   Curitiba   PR