Blog

Observatórios

Acompanhe nas redes sociais:
  • Twitter
  • Facebook
  • Youtube

Fundação Araucária investe R$ 55 milhões em bolsas, projetos de pesquisa e de divulgação científica

Publicado em 27/06/2014

Três dias após notícia sobre redução de verba para pesquisas e bolsas de estudo, Fundação Araucária divulga 20 chamadas públicas para os próximos dias
clique para ampliar>clique para ampliarA estimativa é de que 3700 bolsas sejam lançadas, em diferentes modalidades, além da previsão do financiamento de projetos que visam aprimorar a qualificação de recursos humanos para atuação em Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I) no Paraná. (Foto: Fundação Araucária)

Buscando fomentar ainda mais o desenvolvimento da ciência e tecnologia no estado, o Governo do Paraná, por meio da Fundação Araucária (FA), anunciou o lançamento de 20 chamadas públicas para os próximos dias, totalizando o valor de R$ 55.466.800,00. 

Alinhada à política estadual e por acreditar no potencial do pesquisador paranaense, a Secretaria da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Seti) e a Fundação Araucária trabalham para ampliar os investimentos em bolsas e projetos de pesquisa. Resultado que vem sendo alcançado junto com o apoio de entidades regionais e de fomento.

O secretário da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, João Carlos Gomes, destaca que mais da metade do orçamento da FA é destinada à verticalização do ensino superior e à formação de pesquisadores. “O desenvolvimento do estado está diretamente ligado ao incentivo à ciência e tecnologia. E investindo nos nossos professores, pesquisadores e alunos toda a sociedade paranaense é beneficiada já que estamos aumentando o número de profissionais capacitados para atuar em áreas fundamentais para o desenvolvimento socioeconômico do estado”.

Sempre preocupada com os problemas socioeconômicos, a Fundação busca incentivar ações de mobilização e sensibilização de Instituições de Ensino Superior em políticas de inclusão social. Destacam-se, neste aspecto o Programa de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC) e de Iniciação Tecnológica (PIBIT), somente nesta chamada estão sendo disponibilizadas 1700 bolsas. Além do edital de Ações Afirmativas de Inclusão Social, com a oferta de mil bolsas. Portanto, só nestas duas chamadas públicas, 2700 bolsas serão financiadas com recursos totais do Governo do Estado.

“Ficamos orgulhosos em oferecer recursos para quem mais precisa, e ao mesmo tempo, contribuir para o desenvolvimento da pesquisa, da ciência, da tecnologia e da inovação, tendo como foco a meritocracia. Estamos buscando também angariar mais parcerias para que o montante do valor obtido para o investimento em projetos e bolsas aumente cada vez mais”, afirmou o presidente da Fundação Araucária Paulo Brofman.

O apoio do Governo do Estado, aliado às parcerias, vem contribuindo para que a entidade tenha alcançado nos últimos anos o maior número de bolsas de estudos da história da Fundação Araucária. Entre os anos de 2012 e 2013, por exemplo, mais de 7 mil bolsas e aproximadamente 2 mil projetos de pesquisa foram financiados. “Somados ao aumento no número de bolsas e projetos financiados, temos garantido o repasse dos valores rigorosamente em dia às instituições conveniadas”, ressaltou Paulo Brofman.

Além dos investimentos estaduais diretos, buscando ampliar o número de bolsas e projetos financiados, a Fundação Araucária conta com parcerias com a Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), o CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico), a Fundação Grupo Boticário, Parque Tecnológico Itaipu e Sanepar.

Acesse a notícia da Gazeta do Povo aqui: Governo do Paraná reduz verba para pesquisas e bolsas de estudo

Fonte: Com informações da Fundação Araucária

Deixe seu comentário

Site Seu blog ou página pessoal


1. Os sites do Sistema Fiep incentivam a prática do debate responsável. São abertos a todo tipo de opinião. Mas não aceitam ofensas. Serão deletados comentários contendo insulto, difamação ou manifestações de ódio e preconceito;
2. São um espaço para troca de idéias, e todo leitor deve se sentir à vontade para expressar a sua. Não serão tolerados ataques pessoais, ameaças, exposição da privacidade alheia, perseguições (cyber-bullying) e qualquer outro tipo de constrangimento;
3. Incentivamos o leitor a tomar responsabilidade pelo teor de seus comentários e pelo impacto por ele causado; informações equivocadas devem ser corrigidas, e mal entendidos, desfeitos;
4. Defendemos discussões transparentes, mas os sites do Sistema Fiep não se dispõem a servir de plataforma de propaganda ou proselitismo, de qualquer natureza. e
5. Dos leitores, não se cobra que concordem, mas que respeitem e admitam divergências, que acreditamos próprias de qualquer debate de idéias.

 Aceito receber comunicação da Fiep e seus parceiros por e-mail
 
Av. Comendador Franco, 1341 - Jardim Botânico - 80215-090
Fone: 41 3271 7900
Fax: 41 3271 7647
observatorios@fiepr.org.br
  • Twitter
  • Facebook
  • Youtube