Observatórios

Acompanhe nas redes sociais:
  • Twitter
  • Facebook
  • Youtube

Articulação das Rotas Estratégicas para o Futuro da Indústria Paranaense

O Sistema FIEP por meio dos Observatórios Sistema Fiep produziu em 2005 o estudo intitulado “Setores Portadores de Futuro para o Estado do Paraná”. Decorrente deste levantamento, os setores priorizados como alavanca de desenvolvimento para o Estado do Paraná foram contemplados no estudo “Rotas Estratégicas para o Futuro da Indústria Paranaense”, que na prática elaborou um roadmapping para cada um dos 13 setores industriais estudados.

O projeto de Articulação das Rotas Estratégicas para o Futuro da Indústria Paranaense iniciou as atividades nos anos 2009/2010, atendendo primeiramente a cinco setores: metal mecânico, biotecnologia agrícola e florestal, biotecnologia animal, indústria agroalimentar e energia.

Paralelamente, o Sistema FIEP por meio dos Observatórios Sistema Fiep publicou o estudo "Cenários da Indústria Automotiva: Região Metropolitana de Curitiba 2020", decorrente deste projeto vem atuando em um processo de articulação deste setor industrial. Desta maneira, seis setores são atendidos nesta proposta de concretização de ações de futuro importantes para o desenvolvimento industrial sustentável do estado do Paraná.

Objetivo: é uma iniciativa para promover a interação de representantes de diversas instituições e setores estratégicos da economia do estado, com vistas a identificação de interesses comuns para o desenvolvimento sustentável de longo prazo.

Público-alvo: representantes da iniciativa pública/privada relacionados aos setores portadores de futuro do Estado do Paraná.

Realização: Observatórios Sistema Fiep.

Metodologia: A metodologia da articulação setorial consiste: (i) na realização de encontros temáticos, (ii) na elaboração de informativos eletrônicos, (iii) no monitoramento do setor industrial e publicação periódica via blogs setoriais, (iv) na promoção de soluções para as demandas vindas da indústria; (v) na intermediação de parcerias, (vi) na promoção de eventos setoriais e (vii) na divulgação de editais de fomento.

A moderação deste trabalho é realizada pela Equipe técnica dos Observatórios Sistema Fiep, e conta com a dedicação de um pesquisador especialista na área.

clique para ampliar clique para ampliarRodada de Negócios Universidade/Empresa (Foto: Divulgação)

Principais ações executadas via atividades do processo de articulação setorial: 

  • Captação de recursos via editais de fomento em âmbito estadual e nacional
  • Promoção de atividades que conduzam à aproximação universidade-empresa
  • Constituição de grupos de trabalho por temáticas para realização de ações de futuro
  • Promoção de ações para a consolidação das cadeias produtivas em atendimento
  • Divulgação de iniciativas das diversas instituições que compõem a cadeia produtiva setorial
  • Realização de atividades estratégicas e de interação com as demais regiões do estado
  • Participação técnica em atividades empresariais promovidas por áreas do Sistema FIEP, sindicatos, demais instituições e câmaras de comércio relacionadas ao setor.
  • Monitoramento de eventos estratégicos do setor na RMC (Região Metropolitana de Curitiba), Paraná e demais estados do país.

Indústria metal mecânica

  • Encontros realizados: 13 (595 participantes no total)
  • Sponsor: Carlos Walter (ZM Bombas)
  • Foco da articulação: Tecnologias-chave e Fatores Críticos
  • Vigilância tecnológica (parceria com SENAI/DN): 15º Brazil Automation ISA 2011 América Latina (103 expositores, 20 países. Mais de 20 tecnologias monitoradas).
  • I Rodada Tecnológica de Negócios Universidade Empresa: 7 empresas, 31 pesquisadores, 42 encontros (edição UTFPR).
  • I Encontro da Rota Estratégica do Setor Metal Mecânico - Região Norte: 83 participantes.
  • Inovatec 2014 Talk Show: Metal-mecânico - Roadmapping e Tecnologias-chave: 33 participantes.
  • I Rodada Tecnológica de Negócios Universidade Empresa (Edição Curitiba): 16 empresas, 23 pesquisadores, 96 encontros.
  • I Rodada Tecnológica de Negócios Universidade Empresa (Edição Maringá): 18 empresas, 37 pesquisadores, 108 encontros. (previsto).
  • Projetos propostos – Grupos de Trabalho:
    • Competitividade;
    • Tecnologia-Chave;
    • Gestão e Formação de RH;
    • Total de 20 encontros destes Grupos de Trabalho

(dados coletados 2009 – jun/2015)
www.observatorios.org.br/metal-mecanico

Indústria agroalimentar

  • Encontros realizados: 03 (168 participantes no total)
  • Sponsor: Rommel Barion (Barion)
  • Foco da articulação: Visões
  • Vigilância tecnológica (parceria com SENAI/DN): 15º Brazil Automation ISA 2011 América Latina.
  • I Rodada Tecnológica de Negócios Universidade Empresa: 19 empresas, 57 pesquisadores, 106 encontros.
  • II Rodada Tecnológica de Negócios Universidade Empresa: 21 empresas, 61 pesquisadores, 214 encontros.
  • III Rodada Tecnológica de Negócios Universidade Empresa: 8 empresas, 25 pesquisadores, 82 encontros.
  • Simpósio da Rota Agroalimentar: Industrialização de Alimentos Orgânicos: 123 participantes.
  • 1° Mini Fórum de Aplicação de Ingredientes Funcionais: Produtos Lácteos: 320 participantes.
  • 2° Mini Fórum de Aplicação de Ingredientes Funcionais: Cereais e Vegetais: 350 participantes.
  • 3° Mini Fórum de Aplicação de Ingredientes Funcionais: Produtos Cárneos: 110 participantes.
  • 4º Mini Fórum em Alimentos - Aplicação de Ingredientes Funcionais: 240 participantes.
  • Apoio na consecução do Projeto “Selo Alimentos do Paraná” – Sebrae/PR.
  • Participação na Comissão organizadora da Semana Nacional de Orgânicos – 2014 e 2015.
  • Aplicação do instrumento de pesquisa para consolidar dados via Levantamento de dados sobre subprodutos das indústrias agroalimentares de Curitiba e Região Metropolitana – 26 indústrias agroalimentares respondentes.
  • Fórum permanente multidisciplinar e multissetorial.
  • Projetos propostos – Grupos de Trabalho: 
    • Imagem de marca para produtos agroalimentares da indústria paranaense;
    • Centro de referência de valorização de resíduos;
    • Orgânicos Paraná;
    • Referência no desenvolvimento de produtos funcionais;
    • Rodada de Negócios Universidade-empresa;
    • Total de 75 encontros destes Grupos de Trabalho

(dados coletados 2010 – jun/2015).
www.observatorios.org.br/agroalimentar

Biotecnologia agrícola e florestal

  • Encontros realizados: 03 (156 participantes)
  • Encontro Biotemas (paralelo à bienal de design): 143 participantes.
  • Sponsor: Victor Barbosa
  • Foco da articulação: Fatores críticos
  • I Rodada Tecnológica de Negócios Universidade Empresa: 10 empresas, 54 pesquisadores, 120 encontros.
  • I Intercâmbio Tecnológico: 7 empresas,20 pesquisadores, 30 encontros, para 4 temáticas priorizadas.
  • I Rodada Biotecnológica Agroindustrial: 60 participantes.
  • Inovatec 2014 Talk Show: “Microalgas e seus bioprodutos”: 52 participantes.
  • Projetos propostos:
    • Centro Paranaense de Articulação de Pesquisa em Biotecnologia;
    • Rodada de Negócios Universidade-Empresa em Biotecnologia e mapeamento das demandas de pesquisa;
    • Conselho de Representação do Setor de Biotecnologia Agrícola e Florestal;
    • Criação de uma rede proativa voltada para interlocução entre os atores do setor de biotecnologia;
    • Total de 70 encontros dos Grupos de Trabalho.

(dados coletados 2010 – jun/2015)
www.observatorios.org.br/biotec-agricola-florestal

Biotecnologia animal

  • Encontros realizados: 02 (125 participantes)
  • Sponsor: João Guilherme (Génétiporc)
  • Foco da articulação: Fatores críticos
  • I Rodada Tecnológica de Negócios Universidade Empresa: 32 empresas, 50 pesquisadores, 200 encontros.
  • I Workshop sobre Inovação nas Indústrias de Nutrição Animal: 30 participantes.
  • Encontro Nacional de Genômica Animal – Integração da pesquisa e aplicação (119 participantes).
  • I Rodada Biotecnológica Agroindustrial: 63 participantes.
  • Projeto Acreditar – apoio com 7 laboratórios de diagnóstico veterinário e 1 de diagnóstico vegetal no processo de acreditação na norma ISO 17.025 – parceria Paraná Metrologia.
  • Laboratório Campos de Londrina – 1º laboratório a receber o certificado - Sistema de Gestão acreditado conforme exigência da norma ISO/IEC 17025:2005. Os demais laboratórios participantes estão aguardando a auditoria do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro).
  • Aproximação com o MAPA – acerca da discussão do tema “Valor Econômico dos Resíduos e Subprodutos da Indústria Animal”.
  • Projetos propostos:
    • Incremento na sanidade animal;
    • Formação de banco de dados de animais com potencial para melhoramento genético;
    • Valor econômico do resíduo da indústria animal;
    • Rodada de Negócios para Produtos Biotecnológicos do Setor de Nutrição Animal;
    • Total de 103 encontros dos Grupos de Trabalho.

(dados coletados 2009 – jun/2015)
www.observatorios.org.br/biotecnologia-animal

Energia

  • Encontros realizados: 02 (150 participantes)
  • Sponsor: Ramiro Wahrhaftig
  • Foco da articulação: Fatores críticos
  • III Rodada Tecnológica de Negócios Universidade Empresa: 32 empresas, 73 pesquisadores, 343 encontros.
  • Proposição coletiva do projeto “Oportunidades para a indústria paranaense na cadeia de suprimentos e uso do biogás”.
  • Elaboração técnica do “Projeto Solar – Campus da Indústria”.
  • Levantamento de dados estratégicos para o projeto Biomassa Florestal
  • Elaboração do projeto de Mapeamento do Potencial Eólico dos Microclimas de Curitiba e Região.
  • Elaboração coletiva do primeiro curso na área de planejamento - “MBA em Planejamento Energético e Políticas Públicas”.
  • Participação do grupo na promoção do II Seminário de Eficiência Energética (2013) e III Seminário de Eficiência Energética (2014).
  • Aplicação da Pesquisa sobre a Eficiência Energética na Indústria Paranaense – priorização dos setores: alimentos, metalurgia e móveis.
  • Participação na submissão de projetos em editais de fomento: Chamada Publica DIS 001/2014 - Copel.
  • Submissão e aprovação de artigo científico no V Congresso Brasileiro de Energia Solar – 2014, “Primeiro Sistema Fotovoltaico conectado à rede elétrica homologado pela Copel”.
  • Redação coletiva da 1ª Carta aberta à sociedade paranaense – Alerta Energia.
  • Redação coletiva de artigo intitulado “Crise energética e o planejamento energético no Paraná”.
  • Projetos propostos:
    • Biomassa;
    • Energia Solar/Eólica e Hidráulica;
    • Planejamento energético e Políticas Públicas;
    • Eficiência energética;
    • Total de 72 encontros dos Grupos de Trabalho.

(dados coletados 2009 – jun/2015)
www.observatorios.org.br/energia

Av. Comendador Franco, 1341 - Jardim Botânico - 80215-090
Fone: 41 3271 7900
Fax: 41 3271 7647
observatorios@fiepr.org.br
  • Twitter
  • Facebook
  • Youtube