07/04/2006

Cidadania Empresarial

Paraná deflagra campanha para cumprir Objetivos do Milênio. Sistema Fiep promove, em maio, o Círculo Paranaense dos 8 Jeitos de Mudar o Mundo

Paraná deflagra campanha para cumprir Objetivos do Milênio

O Brasil é a 11ª economia do mundo, mas o país está em 48º lugar em ações de responsabilidade social corporativa. Entre os países de origem latina, o Brasil é o quinto no ranking de ações sociais empresariais, perdendo para o México, a Colômbia, a Argentina e o Chile. Os dados foram apresentados pelo publicitário Percival Caropreso, na noite da última quinta-feira (06), em Curitiba, durante a reunião do Conselho Superior do Conselho de Cidadania Empresarial do Paraná, órgão consultivo do Sistema Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep).

Caropreso foi o idealizador da campanha "Os 8 Jeitos de Mudar o Mundo". A campanha foi produzida pela agência McCann-Erickson e popularizou os Objetivos do Milênio aprovados pela ONU em 2000 (erradicar a extrema pobreza e a fome; reduzir o analfabetismo; promover a igualdade dos gêneros; reduzir a mortalidade infantil; melhorar a saúde materna; combater a Aids, a malária e outras doenças; garantir a sustentabilidade ambiental e estabelecer uma parceria mundial para o desenvolvimento). A partir de maio, a campanha ganha uma versão local, com o apoio do Sistema Fiep, IBQP, IPD e do Conselho Paranaense de Cidadania Empresarial.

Durante a palestra, o publicitário disse que os números revelam que o Brasil ainda está tímido na adesão ao movimento. Por isso, ele destacou como emblemático o exemplo do Paraná que está abraçando a causa com o projeto Círculo Paranaense dos 8 Jeitos de Mudar o Mundo - Nós Podemos Paraná. A implantação do projeto foi aprovada na mesma noite pelo Conselho Superior de Cidadania Empresarial. 

"Esta iniciativa é inédita no País", destacou Caropreso. Segundo ele, há campanhas acontecendo por todo o Brasil para disseminar e fazer cumprir as Meta do Milênio, da ONU, mas é a primeira vez que uma instituição do porte da Fiep assume a campanha. Caropreso convidou um representante do Paraná para participar da Semana Nacional de Solidariedade, que acontecerá em agosto. "É fundamental mostrar o que o Paraná está fazendo para, com este exemplo, conscientizarmos a classe empresarial de outros Estados", disse Caropreso.

Para o publicitário, a responsabilidade social é muito mais que ações pontuais como campanha do agasalho e campanha de Natal. "Isso não resolve", avalia. Segundo ele, a responsabilidade social tem que ser feita com planejamento e estabelecimento de metas. Caropreso destaca, no entanto, que ações simples têm grandes resultados. "Para começar a melhorar o mundo, precisamos melhorar a nossa casa, a nossa rua, a nossa comunidade", destacou. Segundo ele, campanhas pela preservação das baleias e da camada de ozônio são importantes, mas há ações bem mais palpáveis e visíveis como trabalhar para melhorar a qualidade de vida de quem está mais próximo da gente.   

Desafio - O presidente do Sistema Fiep e do Conselho Superior do Conselho de Cidadania Empresarial, Rodrigo da Rocha Loures, destacou, durante a reunião, que o grande desafio do projeto "Círculo Paranaense dos 8 Jeitos de Mudar o Mundo" é sensibilizar lideranças e a sociedade com o propósito de articular ações que possibilitem ao Paraná cumprir os Objetivos da ONU até 2010, antes do prazo estabelecido de 2015. "É um projeto ambicioso e desafiador, mas que nos cria um estímulo para tornar o Paraná referência no Brasil", informou.

Serão realizados 17 encontros em 10 regiões estratégicas do Estado. De acordo com Rocha Loures, o Observatório Regional Base de Indicadores de Sustentabilidade (Orbis), também vinculado ao Sistema Fiep, tem papel fundamental no monitoramento dos indicadores de sustentabilidade relacionados aos Objetivos em cada uma das 10 regiões. "O monitoramento dos indicadores é importante para compreender o desenvolvimento de uma região e como os indicadores estão evoluindo", destacou.

A coordenadora do Orbis, Luciana Brenner, apresentou os indicadores que servirão para subsidiar o projeto. De acordo com ela, os dados revelam que o Paraná tem focos grandes de carência, onde existem poucas iniciativas de promoção de desenvolvimento.

Deixe seu comentário





Site Seu blog ou página pessoal


1. Os sites do Sistema Fiep incentivam a prática do debate responsável. São abertos a todo tipo de opinião. Mas não aceitam ofensas. Serão deletados comentários contendo insulto, difamação ou manifestações de ódio e preconceito;
2. São um espaço para troca de idéias, e todo leitor deve se sentir à vontade para expressar a sua. Não serão tolerados ataques pessoais, ameaças, exposição da privacidade alheia, perseguições (cyber-bullying) e qualquer outro tipo de constrangimento;
3. Incentivamos o leitor a tomar responsabilidade pelo teor de seus comentários e pelo impacto por ele causado; informações equivocadas devem ser corrigidas, e mal entendidos, desfeitos;
4. Defendemos discussões transparentes, mas os sites do Sistema Fiep não se dispõem a servir de plataforma de propaganda ou proselitismo, de qualquer natureza. e
5. Dos leitores, não se cobra que concordem, mas que respeitem e admitam divergências, que acreditamos próprias de qualquer debate de idéias.

 Aceito receber comunicação da Fiep e seus parceiros por e-mail
 
Nós Podemos Paraná - Av. Comendador Franco, 1341 - Jardim Botânico - 80215-090 - Curitiba/PR - Fone: 41 3271-7692