Envie para seus amigos

Verifique os campos abaixo!






Comunicar Erro

Verifique os campos abaixo!




13/08/2018

Afece - Associação Franciscana de Educação ao Cidadão Especial

EDUCAÇÃO ALÉM DO QUADRO NEGRO

 

O objetivo geral deste projeto é potencializar as habilidades dos assistidos pela entidade, através de uma metodologia inovadora com os recursos do próprio corpo e do ambiente.

 

Histórico

Segundo a Organização Mundial da Saúde, 10% da população dos países em desenvolvimento apresenta algum tipo de deficiência, sendo que metade são pessoas com deficiência intelectual. No Brasil, segundo censo do IBGE, 23,9% da população apresenta pelo menos um tipo de deficiência, ou seja, há aproximadamente 48,5 milhões de pessoas com pelo menos um dos tipos de deficiência, sendo que 5,8% são deficientes intelectuais. Estima-se que no Paraná existem mais de 400 mil pessoas com deficiência e quase 150 mil com deficiência intelectual.

A instituição que desenvolve este projeto está comprometida com o atendimento de pessoas com deficiência intelectual desde a sua fundação. Realiza projetos e trabalhos que se desenvolveram ao longo do tempo até chegar ao modelo que existe hoje. A educação de pessoas com deficiência intelectual de alta especificidade tem como prioridade trabalhar os conteúdos programáticos do currículo escolar de forma a desenvolver habilidades que promovam a autonomia nas atividades diárias e o resgate da cidadania desses indivíduos. As respostas cognitivas de pessoas com deficiência intelectual de alta especificidade muitas vezes são próximas às respostas observadas em crianças de até um ano e meio de idade, o que não raro acarreta na exclusão sociocultural desses cidadãos. Durante esse processo educacional, foi observado que seria necessário utilizar ferramentas inovadoras para desenvolver nos educandos as habilidades necessárias para essa autonomia e possibilitar a inclusão. Por isso, o processo de adaptação do meio para atendimento desses educandos foi substituído por vivências em que o educador e educando enfrentam juntos as dificuldades reais do dia a dia.

O projeto busca utilizar uma metodologia de ensino inovadora com ferramentas não convencionais no desenvolvimento educacional inclusivo, em que são trabalhadas prioritariamente as habilidades necessárias para o desenvolvimento psicomotor e autonomia nas atividades cotidianas. O principal objetivo é potencializar as habilidades do educando utilizando recursos do próprio corpo e do ambiente.

Os princípios norteadores da educação inclusiva são observados em todas as atividades desenvolvidas pelos educadores durante o período de permanência do educando na instituição, em que se utilizam formas diversas para promover o desenvolvimento objetivado. Utiliza-se, por exemplo, técnicas de musicoterapia, arteterapia, cinoterapia, casa experimental, além de ferramentas diversas dentro de sala de aula.        

Fiep   Federação das Indústrias do Estado do Paraná   Direitos Reservados
Av. Cândido de Abreu, 200   Centro Cívico   80530-902   Curitiba   PR