Envie para seus amigos

Verifique os campos abaixo!






Comunicar Erro

Verifique os campos abaixo!




08/12/2020

CPCE é parceiro no Congresso SESI ODS 2020

Em dezembro deste ano o Sistema Fiep realizou a 5º edição do Congresso Sesi ODS. Um importante evento que reúne indústrias, empresas, organizações da sociedade civil e instituições públicas e de ensino a fim de reconhecer as boas práticas realizadas em prol da Agenda dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável pelas organizações paranaenses.

Em um ano marcado por transformações e aprendizados num cenário de pandemia, estivemos ainda mais conectados e ainda que de forma online, nesta ocasião pudemos nos aproximar, interagir e promover reflexões sobre como pessoas e instituições podem contribuir para o alcance das metas dos ODS.

Neste contexto, o Conselho Paranaense de Cidadania Empresarial teve um importante papel na realização deste evento contribuindo com a mobilização de seus conselheiros. Na programação, enquanto painelistas podemos destacar a participação da diretora regional do CPCE Londrina, Renata Amano, que é também Diretora da Fiação de Seda Bratac; da conselheira do CPCE,  da Apetit, Pâmela Manfrin; assim como a Copel, a Sanepar e a Votorantim Cimentos representada pelo conselheiro Álvaro Lorenz, sendo também Diretor Global de Sustentabilidade.

Na Mostra de Projetos, um dos momentos mais esperados da programação, também tivemos a fala inspiradora do conselheiro do CPCE, Eduardo Filho, que é Gerente da área de projetos sociais e mobilização de recursos do Grupo Hospitalar Nossa Senhora das Graças e a participação da equipe do CPCE (Emanoela Fertonani, Glaucia Wesselovicz, Pamela Bortoluzzi e Sandra  Bortot) conduzindo as salas de diálogo.

Encerrando o evento ainda tivemos o painel “Não deixar ninguém para trás” mediado pela coordenadora executiva do CPCE, Rosane Fontoura, que esteve junto ao conselheiro e também Coordenador de Relações Institucionais no Hospital Pequeno Príncipe, Rodrigo Bonfim; além da Caroline Zambão (Good Truck Brasil), do Daniel de Bonis(Fundação Lemann) e da Fabiane Franciscone (Fiep) conduzindo um importante e enriquecedor debate acerca do eixo “Pessoas” que congrega os ODS1, ODS2, ODS3, ODS4, ODS5 e ODS10.

Com relação ao ODS1 e 2 que fazem referência a questão do combate à pobreza e a fome a painelista Carolina nos trouxe a importante informação baseada no Censo 2018 de que 85 milhões de brasileiros vivem em algum nível de insegurança alimentar, ou seja, cerca de 40% da população, o que de certa forma é contraditório uma vez que o Brasil é um dos maiores produtores de alimentos no mundo.

Sobre o ODS4 “Educação de Qualidade” tivemos as falas dos painelistas Daniel e Fabiane. Em sua abordagem Daniel fez menção ao avanço que tivemos desde a concepção dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM), isso porque essa primeira agenda levava em consideração somente a taxa de matrícula como indicador de alcance. Em contrapartida, os ODS trazem muitos outros indicadores que buscar mensurar/ qualificar o ensino e concluiu, com uma nota positiva, de que a pandemia embora tenha ocasionado a interrupção do processo de ensino aprendizagem e evidenciado a  dificuldade do ensino remoto também deixa um legado positivo que é o envolvimento das famílias com a educação sendo este um fator determinante e a valorização do professor. Fabiane iniciou sua fala com a reflexão de que o que faz a diferença para os alunos é o sentido, o cuidado, a escuta ativa, e experiências significativas no processo de aprendizagem. Em sua abordagem deu ênfase a educação profissional e ressaltou a qualidade da educação maiores também são as chances de inserção no mercado de trabalho e consequentemente de alta produtividade, de crescimento econômico, resultando inclusive na melhoria da saúde e qualidade de vida das famílias e contribuindo com o desenvolvimento sustentável da sociedade.

Fazendo o fechamento do debate, o painelista Rodrigo Bonfim, conselheiro do CPCE, abordou o ODS 3 que converge questões relacionadas à saúde e disse acreditar que a nossa pretensão enquanto sociedade de atingir as metas dos ODS está ameaçada devido a pandemia, isso porque a pobreza, a fome,  desigualdade e a falta de acesso igualitária à saúde estão ainda mais exacerbadas e evidentes. Também ressaltou que o Hospital Pequeno Príncipe se vê em muitos dos ODS justamente por essa transversalidade da Agenda 2030 e concluiu dizendo que todos sabemos o caminho e precisamos ter senso de urgência e responsabilidade para fazer acontecer. “Não dá para deixar ninguém para trás por uma razão. Se não vai todo mundo, não vai ninguém!”

Rosane encerrou o painel afirmando que este momento pandêmico é também uma oportunidade de mudança, já que não somos mais o que éramos antes da Covid- 19, e que estamos num momento de transição.  Utilizando-se dos 10 Rs concluiu a fala : REPENSAR nossa essência (ODS1 ODS2, ODS10); REFORMULAR as políticas públicas principalmente em relação a educação e saúde; RESOLVER a equação do índice de desenvolvimento humano - IDH (ODS3,ODS4), isto é, melhorar educação saúde e distribuição de renda; REIMAGINAR o papel da mulher na sociedade (ODS5); REDUZIR nossas pegadas hídricas, energéticas e de consumo (ODS6 OD7, ODS12); REINVENTAR novas formas de geração de renda (ODS8 ODS9); REDESENHAR nossas cidades (ODS11); REELABORAR nosso modo de interagir com o meio ambiente (ODS13, ODS14 E ODS15); RESSIGNIFICAR nossos valores de vida e ética (ODS16, ODS17);  e, finalmente, REVISAR as metas dos ODS, nossas metas corporativas relacionais a responsabilidade social, e as nossas metas pessoais, nos tornando cidadãos mais participativos e mais engajados na construção de um mundo mais justo e equitativo .

O CPCE agradece e parabeniza todas as organizações conselheiras que receberam o SELO ODS 2020 e que fazem projetos e práticas em prol do alcance dos ODS.  Segue link da lista oficial, com todos os ganhadores do Selo.

Clique aqui

Fiep   Federação das Indústrias do Estado do Paraná   Direitos Reservados
Av. Cândido de Abreu, 200   Centro Cívico   80530-902   Curitiba   PR