Envie para seus amigos

Verifique os campos abaixo!






Comunicar Erro

Verifique os campos abaixo!




23/04/2020

Após a COVID-19 as Cidades(ODS11) serão reinventadas como fórmula já conhecida

ODS11 Cidades

A meta 11.6 do Objetivo 11 dos ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável) propõe que se deveria “até 2030, reduzir o impacto ambiental negativo per capita das Cidades, inclusive prestando especial atenção à qualidade do ar, gestão de resíduos municipais e outros” enquanto o próprio Objetivo 11 estabelece ser necessário “tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis”. Entretanto, já bem antes da pandemia COVID-19, existiam fortes evidências que a meta em particular tanto quanto o Objetivo 11 não seriam plenamente alcançados tendo em vista o ritmo e a forma com as quais as Cidades vinham sendo desenvolvidas. Faltava perceber algo decisivo e suficientemente eficiente para tanto.

 

Todavia, o isolamento social, a intensificação do trabalho home office, o funcionamento do mundo, mesmo comandado remotamente, dentre outras ações, estão ensinando que dificilmente voltaremos àquela realidade anterior à COVID-19 na qual se acreditava “cegamente” em um mundo físico e se tinha alguma desconfiança no poder da digitalização. Mas, a digitalização do mundo será, provavelmente, a nova onda, a nova realidade, para um mundo melhor, para que a economia possa se reinventar e seguirmos em frente uma vez que por meio dela já se percebe como são reduzidos enormemente os custos operacionais e se aumentam a produtividade nas Cidades em todas as dimensões.

 

Com a digitalização será possível eliminar inúmeras operações físicas e expandir os canais de aplicativos para liberar mais espaço nas Cidades aumentando, também, o público consumidor sem, entretanto, manter populações de clientes circulando. Menos poluição, diminuição da pegada de Carbono, racionalidade no consumo, enfim, uma série de benefícios advirão para as Cidades por intermédio da digitalização. Toda crise mostra novas saídas e uma saída para o mundo pós COVID-19 é a digitalização.Claro que fazer previsões sobre o que acontecerá depois de se controlar a COVID-19 são apenas exercícios. Tudo é incerto e o campo das possibilidades é vasto. Mas, a digitalização mostra-se como um caminho viável e já conhecido para se reinventar as Cidades e atingir a meta 11.6 do Objetivo 11 dos ODS como a própria realidade dos fatos estão sugerindo. Professor Carlos Magno Corrêa Dias - Conselheiro Sênior

 

Fiep   Federação das Indústrias do Estado do Paraná   Direitos Reservados
Av. Cândido de Abreu, 200   Centro Cívico   80530-902   Curitiba   PR