Envie para seus amigos

Verifique os campos abaixo!






Comunicar Erro

Verifique os campos abaixo!




16/04/2018

Economia circular e sustentabilidade são temas de encontro do CPCE

Especialista da Federação das Indústrias de SP apresenta soluções para empresas atuarem de maneira responsável

O Conselho Paranaense de Cidadania Empresarial (CPCE) esteve reunido nessa terça-feira (10) em mais um encontro internúcleos, que reúne conselheiros representantes de indústrias, sindicatos, instituições de ensino superior e do setor de comércio e serviços. A reunião aconteceu no Campus da Indústria, em Curitiba, e contou com a participação do diretor do departamento de Meio Ambiente da Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp), João Carlos Redondo, que falou sobre como a economia circular pode incentivar práticas sustentáveis nas empresas.

O conceito de economia circular propõe uma mudança de atitude na maneira de consumir e produzir, olhando para os resíduos como matéria-prima para um novo produto. ?Ao pensar dessa maneira, podemos fazer uma simbiose entre diferentes áreas e empresas, pois o que é considerado descartável em uma, pode ser insumo para outra, explicou o diretor.

Segundo ele, implantar isso exige paciência e uma série de etapas que visam repensar processos e elevar o nível de consciência ambiental da organização. ?Hoje em dia, os empresários precisam levar em consideração que a percepção de valor que os consumidores têm está muito ligada aos valores e às responsabilidades socioambientais das marcas. Uma crise reputacional por falta de consciência ambiental representa, muitas vezes, perdas consideráveis, alerta.

Entre as dicas para incorporar a economia circular em uma organização, o diretor falou sobre a importância de engajar pessoas que, de alguma maneira, se relacionam com a empresa. Essas pessoas podem ser até os próprios concorrentes, que podem também adotar processos mais sustentáveis, motivados pela mudança de quem disputa o mercado com eles. É aquela ideia de que juntos podemos ser mais fortes e diminuir os impactos ao meio ambiente, salientou.

Programação

A reunião do CPCE também reservou momentos de emoção para os participantes. Para marcar o fim do mandato de Kimiko Ayoshii, responsável pelo Conselho de Cidadania de Londrina, o presidente da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), Edson Campagnolo, e o diretor-geral do CPCE, Rui Gerson Brandt, fizeram a entrega de uma placa de agradecimento aos trabalhos realizados.

?O trabalho da Kimiko à frente do CPCE em Londrina é um exemplo de como podemos fazer sempre mais para ajudar nossa sociedade. Precisamos pensar que 2018 é um ano importante para o nosso país, não vamos só eleger os políticos, mas aprender a monitorar e acompanhar essas pessoas para exigir mudanças?, disse Campagnolo.

Emocionada, Kimiko agradeceu a homenagem e também desejou sucesso aos trabalhos do Conselho. ?Em sete anos de CPCE eu aprendi muito e saio com a certeza de que precisamos prosseguir com o trabalho em prol da sustentabilidade. Nesse conselho estão reunidas as inteligências que podem fazer isso acontecer, afirmou.

Confira mais fotos aqui

Baixe o material da apresentação: FIEP_-_Economia_Circular_Inovacao_e_competitividade.pdf

Fiep   Federação das Indústrias do Estado do Paraná   Direitos Reservados
Av. Cândido de Abreu, 200   Centro Cívico   80530-902   Curitiba   PR