clique para ampliarclique para ampliar (Foto: Divulgação)

Uma startup de produção de modelagem virtual para a indústria, graduada pela área de Inovação do Sistema Fiep, é a única empresa do Paraná a fazer parte do mais conceituado ranking de empresas inovadoras do Brasil, o 100 Startups to Watch (STW), desenvolvido pelo Valor Econômico e revista Pequenas Empresas Grandes Negócios. O levantamento tem como objetivo orientar investidores, aceleradoras e programas de investimentos corporativos em novos negócios, selecionando empreendedores em categorias como Agronegócio, Educação, Indústria e Logística, com base em performance e escalabilidade.

Graduada em 2018 pela área de Inovação do Sistema Fiep, a Tau Flow produz protótipos virtuais para viabilizar projetos industriais e apresenta soluções para a indústria da transformação e agronegócio. O foco é em serviços associados ao conhecimento científico em processos, ambientes termicamente controlados e ventilação industrial. Até chegar a essa formatação final, a startup passou por um criterioso processo de validação de mercado durante o período de incubação no Sistema Fiep. No período de um ano, a empresa recebeu mentorias de planejamento, gestão, empreendedorismo, tecnologias e validação de mercado.

A consultora do Centro de Inovação, Priscila Tie Assahida Moreira, comenta o sucesso das startups, que estão incubadas ou já foram graduadas pela incubadora. "Promovemos momentos de conexão com a indústria e ecossistema de inovação. No caso da Tau Flow, ajudamos principalmente na modelagem de negócio, em que encontramos o melhor nicho de mercado para o serviço oferecido pela startup", finaliza

Não é a primeira vez que a startup é reconhecida. Em 2017, de acordo com o ranking 100 Open Startups, que identifica as startups brasileiras mais atraentes na visão do mercado, a Tau Flow ficou em 15ª posição entre os negócios com melhor desempenho. Em novembro do ano passado, também foi selecionada para participar do Royal Academy of Engineering -  Leaders in Innovation, em Londres. De acordo com o diretor-executivo da Tau Flow, Marcilio Caetano, a experiência agregou crescimento e modelagens com investidores e especialistas."Com todas as perspectivas vistas, nosso projeto ganhou uma visão diferente, com uma roupagem ainda mais atualizada", explica.

Com informações da Agência Fiep.                                              

Leia mais notícias sobre o setor em http://www.fiepr.org.br/boletins-setoriais/2/.