clique para ampliarclique para ampliar (Foto: Fotolia)

A participação da Cooperacre (Cooperativa Central de Comercialização Extrativista do Acre) na Biohach, feira realizada em fevereiro em Nuremberg, na Alemanha, teve como destaque o lançamento do GEB (Granulado Escuro Brasileiro). O produto é composto apenas de borracha natural proveniente do coágulo de látex de seringueiras, matéria-prima para a indústria de artefatos de borracha.

Antigamente, a cooperativa vendia a borracha in natura, do jeito que era coletada na floresta. Agora, foi montada uma planta industrial para o beneficiamento dessa borracha, agregando assim, mais valor a um produto extrativista, e também para melhorar as condições de competitividade no mercado.

É o quarto ano seguido que a Cooperacre participa da Biofach, a maior feira mundial de alimentos orgânicos e produção sustentável. A oportunidade só foi possível devido a uma chamada pública feita pela Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead).

Localizada no estado do Acre, a cooperativa foi criada há dez anos. Atualmente, a central é responsável pela maior produção de castanha-do-brasil beneficiada do país e colocou em funcionamento recentemente a terceira usina de processamento do produto, que já alcançou, inclusive, mercados no exterior. A Cooperacre vem apostando em reflorestamento para que, em 10 ou 12 anos, o plantio de castanheiras no estado esteja renovado para impulsionar ainda mais a economia.

Com informações da Assessoria Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário.

Leia mais notícias do setor em http://www.fiepr.org.br/boletins-setoriais/12/