SINDIMATE

Sindicato da Indústria do Mate do Estado do Paraná

Envie para seus amigos

Verifique os campos abaixo!






Comunicar Erro

Verifique os campos abaixo!




Sindimate realiza estudo da cadeia do mate em parceria com a Fiep e Embrapa

Número de agricultores, indústrias e volume de produção da erva-mate são alguns dos levantamentos feitos nesse estudo

clique para ampliar>clique para ampliarCadeia produtiva da erva-mate terá estudo aprofundado (Foto: Divulgação)

Uma reunião técnica do setor ervateiro, realizada mês passado, deliberou pela realização de um estudo aprofundado sobre a cadeia produtiva da erva-mate no Paraná. O estado é o principal produtor desta matéria prima do País. No entanto, o último balanço oficial data de 2008.  “A indústria precisa estar posicionada sobre essa questão para definir ações, planejamentos, trabalhar com os produtores, gerar qualificação e avançar. Hoje a deficiência é muito grande”, lamentou o presidente do Sindicato das Indústrias do Mate do Estado do Paraná, Ignácio Carrau.

Além do Sindimate, a reunião do setor contou com representantes da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa Floresta), do Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), do Instituto Agronômico do Paraná (Iapar) e da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep).

Hoje o Paraná tem 585 estabelecimentos que geram 15 mil empregos no setor ervateiro. As exportações paranaenses alcançaram U$ 32 milhões, o que representa 22% das exportações de produtos derivados da erva-mate no Brasil (o Rio Grande do Sul lidera essa estatística com 54%). “Atualmente, 95% das indústrias são familiares, mas o mate não serve apenas para produção do chimarrão é um setor em constante crescimento.

 “A Fiep vai trabalhar em conjunto conosco para levantamento dos números do setor.  Vamos saber a real produção da matéria prima, quanto gera de mão de obra, volume de negócios, impostos e empregos para podermos dar sustentabilidade da indústria e da erva mate”, explicou o presidente do Sindimate do Paraná.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os seguintes erros foram encontrados:








    1. Os sites do Sistema Fiep incentivam a prática do debate responsável. São abertos a todo tipo de opinião. Mas não aceitam ofensas. Serão deletados comentários contendo insulto, difamação ou manifestações de ódio e preconceito;
    2. São um espaço para troca de ideias, e todo leitor deve se sentir à vontade para expressar a sua. Não serão tolerados ataques pessoais, ameaças, exposição da privacidade alheia, perseguições (cyber-bullying) e qualquer outro tipo de constrangimento;
    3. Incentivamos o leitor a tomar responsabilidade pelo teor de seus comentários e pelo impacto por ele causado; informações equivocadas devem ser corrigidas, e mal entendidos, desfeitos;
    4. Defendemos discussões transparentes, mas os sites do Sistema Fiep não se dispõem a servir de plataforma de propaganda ou proselitismo, de qualquer natureza.
    5. Dos leitores, não se cobra que concordem, mas que respeitem e admitam divergências, que acreditamos próprias de qualquer debate de ideias.
    Congresso Brasileiro de Bebidas debate concorrência de mercado e tributaçãoSindimate mantém pauta de redução da carga tributária