SINDICER NORTE

Sindicato das Indústrias de Olarias e Cerâmicas para Construção de Jataizinho e Região

Envie para seus amigos

Verifique os campos abaixo!






Comunicar Erro

Verifique os campos abaixo!




Sindicer Norte/PR sugere diagnóstico do setor no Paraná

Objetivo é mapear empresas e toda cadeia produtiva na região

Durante o Fórum Setorial na Fiep, que abordou temas relacionados ao segmento da cerâmica vermelha, a assessora jurídica do Sindicer Norte/PR e diretora da FIEP, Salete Gauginski, do Sindicer Norte, sugeriu à presidência que fosse realizado um diagnóstico estadual do setor, para que o empresariado possa conhecer mais o trabalho desenvolvidos pelas empresas. “Seria importante que tivéssemos em mãos todo o histórico das empresas, assim como o levantamento de todo o tipo de produto e suas produções”, disse.
Salete lembra que outros estados já têm esse levantamento e que não seria necessário recorrer a outros locais para obter informações sobre o Paraná. “Os estados de São Paulo, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, por exemplo, já têm essas infirmações e para nós isso seria muito importante”, afirmou.
Segundo ela, o levantamento seria uma forma também de pautar as ações do Instituto Senai de Tecnologia em Construção Civil e Cerâmica Vermelha, que em breve será implantado em Ponta Grossa. “É essencial um diagnóstico da cerâmica vermelha para termos o embasamento dos cursos a serem realizados”, concluiu.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os seguintes erros foram encontrados:








    1. Os sites do Sistema Fiep incentivam a prática do debate responsável. São abertos a todo tipo de opinião. Mas não aceitam ofensas. Serão deletados comentários contendo insulto, difamação ou manifestações de ódio e preconceito;
    2. São um espaço para troca de ideias, e todo leitor deve se sentir à vontade para expressar a sua. Não serão tolerados ataques pessoais, ameaças, exposição da privacidade alheia, perseguições (cyber-bullying) e qualquer outro tipo de constrangimento;
    3. Incentivamos o leitor a tomar responsabilidade pelo teor de seus comentários e pelo impacto por ele causado; informações equivocadas devem ser corrigidas, e mal entendidos, desfeitos;
    4. Defendemos discussões transparentes, mas os sites do Sistema Fiep não se dispõem a servir de plataforma de propaganda ou proselitismo, de qualquer natureza.
    5. Dos leitores, não se cobra que concordem, mas que respeitem e admitam divergências, que acreditamos próprias de qualquer debate de ideias.
    Setores da Cerâmica e Minerais Não Metálicos discutem implantação da Logística ReversaSindicato questiona ações do CREA-PR