Envie para seus amigos

Verifique os campos abaixo!






Comunicar Erro

Verifique os campos abaixo!




Oferecer opções diferenciadas aumenta o faturamento

Estudo mostra que os brasileiros preferem comprar produtos para o café da manhã e o lanche da tarde nas padarias

Todos os dias, 76% dos brasileiros consomem pão no café da manhã. É o que aponta levantamento do Sebrae e da Associação Brasileira das Indústrias de Panificação. O Estudo de Tendências: perspectivas para panificação e confeitaria mostra ainda que mais de 90% dos consumidores preferem a compra do produto diretamente em panificadoras. Uma das recomendações do trabalho é ampliar a gama de produtos e oferecer opções que diferenciem o estabelecimento da concorrência.

Os dados refletem ainda o impacto econômico do setor. São 63 mil panificadoras em todo o país, sendo que desse total, 60 mil são micro e pequenas empresas. Elas geram mais de 700 mil empregos diretos, sendo que 35% são destinados à produção. 

Segundo o Instituto Tecnológico de Panificação e Confeitaria (ITPC), há quatro focos estratégicos para o empresário observar e atuar em busca do aprimoramento. São eles: administrativo e financeiro; gestão de pessoas e ambientes; mercado e tecnologia de produção. O faturamento deste segmento ficou acima dos R$ 62 bilhões nos últimos anos, segundo o ITPC. Os serviços adicionais estão entre os principais responsáveis pelo aumento da receita.

De acordo com o estudo, diversificar a gama e oferecer produtos diferenciados aos clientes amplia o faturamento.  Entre as opções está a venda de produtos semiprontos. Mas vale arriscar um pouco se a demanda permitir, como oferecer produtos com processo de cozimento a vapor para atingir público alvo específico. O ideal é procurar uma consultoria, como as oferecidas pelo Senai, para criar um programa de panificação.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os seguintes erros foram encontrados:








    1. Os sites do Sistema Fiep incentivam a prática do debate responsável. São abertos a todo tipo de opinião. Mas não aceitam ofensas. Serão deletados comentários contendo insulto, difamação ou manifestações de ódio e preconceito;
    2. São um espaço para troca de ideias, e todo leitor deve se sentir à vontade para expressar a sua. Não serão tolerados ataques pessoais, ameaças, exposição da privacidade alheia, perseguições (cyber-bullying) e qualquer outro tipo de constrangimento;
    3. Incentivamos o leitor a tomar responsabilidade pelo teor de seus comentários e pelo impacto por ele causado; informações equivocadas devem ser corrigidas, e mal entendidos, desfeitos;
    4. Defendemos discussões transparentes, mas os sites do Sistema Fiep não se dispõem a servir de plataforma de propaganda ou proselitismo, de qualquer natureza.
    5. Dos leitores, não se cobra que concordem, mas que respeitem e admitam divergências, que acreditamos próprias de qualquer debate de ideias.
    Feira de Panificação gera negócios de R$ 800 milhõesComeçam obras do Instituto Senai de Tecnologia