Envie para seus amigos

Verifique os campos abaixo!






Comunicar Erro

Verifique os campos abaixo!




Feira de Panificação gera negócios de R$ 800 milhões

Evento recebeu mais de 62 mil visitantes e apresentou novidades em máquinas e conceitos para o setor

Com volume de negócios que ultrapassou R$ 800 milhões, a Feira Internacional de Panificação, Confeitaria e Varejo Independente de Alimentos (Fipan 2013) apresentou atrações e novidades para os 62 mil visitantes. O evento aconteceu nos dias 22 a 25 de julho, em são Paulo, e superou todas as edições anteriores em número de expositores e visitantes. Entre as atrações que estrearam nesse ano, a que mais se destacou foi o espaço reservado para demonstrar as últimas tendências e inovações do setor.

A FIPAN 2013 também realizou o Ciclo de Palestras Fiesp, com temas especialmente selecionados para micro e pequenos empresários, relacionados à gestão empresarial, custos e serviços, mão de obra qualificada, entre outros. “O IDPC – Instituto do Desenvolvimento da Panificação e Confeitaria – também organizou palestras e minicursos sobre qualidade e higiene dos alimentos, gestão de padarias, pizzas e bolos, além de ensinar confecção de pães, na Escola Móvel, que durante todo o ano percorre bairros afastados da Grande São Paulo”, informou Antero José Pereira, presidente do Sampapão, entidade que promove o evento.

Nessa edição, aconteceu ainda o Espaço Show de Demonstrações, que apresentou novidades nas técnicas de produção. Foram montadas várias salas de aulas onde profissionais do setor, coordenados pelo chef Rogério Shimura, realizaram demonstrações práticas de confecção de Pães, Doces (Confeitaria), Chocolataria, Sorvetes e Decoração de Bolos, que poderão ser postos em prática no dia a dia do negócio do visitante.

Espaço Tendências & Inovações

Pela primeira vez, foi implantado o espaço de Tendências & Inovações. Com o formato de uma galeria, os visitantes conheceram novidades e lançamentos úteis para o seu negócio, como equipamentos de otimização da produção, novas matérias primas, produtos ligados à responsabilidade social, cursos e treinamentos disponíveis no mercado.

As inovações trazem não só melhor performance na operação diária das padarias, mas também adequação a exigências legais que, nos últimos anos, passaram a ser obrigatórias nos estabelecimentos, como equipamentos adequados a normas de segurança (NR12) ou leis de adequação à acessibilidade de deficientes.

A Fipan 2013 também apresentou maquinários com tecnologia de ponta, desenvolvidos no último ano. Dois exemplos são a Toledo do Brasil, que além de softwares que produzem etiquetas com todas as informações nutricionais dos alimentos preparados pela padaria que adquire o produto, lançou um fatiador de frios onde o funcionário que o manipula não encosta a mão na peça a ser fatiada e saem 32 fatias por minuto. A Ferri lançou durante a FIPAN 2013 fornos para panificação, todos touch, onde o panificador pode, através de um simples toque, dar o comando para assar pães e salgados.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os seguintes erros foram encontrados:








    1. Os sites do Sistema Fiep incentivam a prática do debate responsável. São abertos a todo tipo de opinião. Mas não aceitam ofensas. Serão deletados comentários contendo insulto, difamação ou manifestações de ódio e preconceito;
    2. São um espaço para troca de ideias, e todo leitor deve se sentir à vontade para expressar a sua. Não serão tolerados ataques pessoais, ameaças, exposição da privacidade alheia, perseguições (cyber-bullying) e qualquer outro tipo de constrangimento;
    3. Incentivamos o leitor a tomar responsabilidade pelo teor de seus comentários e pelo impacto por ele causado; informações equivocadas devem ser corrigidas, e mal entendidos, desfeitos;
    4. Defendemos discussões transparentes, mas os sites do Sistema Fiep não se dispõem a servir de plataforma de propaganda ou proselitismo, de qualquer natureza.
    5. Dos leitores, não se cobra que concordem, mas que respeitem e admitam divergências, que acreditamos próprias de qualquer debate de ideias.
    "Educação para a vida" é tema das comemorações do Dia Nacional da Construção SocialOferecer opções diferenciadas aumenta o faturamento