Legislativo - 04/05/2011

Indústria do PR terá maior representatividade no Congresso 

Proposta do líder da bancada paranaense prevê a participação de deputados nos Conselhos Setoriais da Fiep

 

clique para ampliar clique para ampliarO líder da bancada paranaense na Câmara, deputado Giacobo, mostrou-se disposto a estreitar os laços da indústria com o Legislativo (Foto: Mauro Frasson)

O deputado federal Fernando Giacobo (PR), líder da bancada paranaense na Câmara Federal, afirmou nesta segunda-feira (02), durante a reunião do Fórum Setorial de Mineração realizado na Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), que irá designar deputados para acompanharem de perto os diversos setores da indústria. O objetivo é aperfeiçoar a representatividade do setor produtivo no Congresso Nacional. 

Segundo o parlamentar, é preciso acabar com o modelo individualizado, em que o parlamentar representa unicamente aqueles empresários que destinaram recursos para a sua campanha. Para Giacobo este tipo de relação transforma o deputado em um “advogado de luxo”, e não gera frutos uma vez que estas ações são pontuais e isoladas.

A sugestão de Giacobo é a indicação de um ou mais deputados para acompanharem de perto um determinado setor da indústria. “Por que não colocar um deputado que tem afinidade com a mineração, por exemplo, para dialogar com vocês sobre as demandas desse setor?”, indagou Giacobo ao grupo de empresários e representantes dos sindicatos industriais da mineração que participavam do Fórum Setorial.

Saiba mais clicando aqui

Deixe seu comentário

Nome (obrigatório)
E-mail (obrigatório)
Não será divulgado
Cidade (obrigatório)
 UF (obrigatório) 
Site
Seu blog ou página pessoal
Mensagem




 Li e aceito o termo de responsabilidade online

1. Os sites do Sistema Fiep incentivam a prática do debate responsável. São abertos a todo tipo de opinião. Mas não aceitam ofensas. Serão deletados comentários contendo insulto, difamação ou manifestações de ódio e preconceito;
2. São um espaço para troca de ideias, e todo leitor deve se sentir à vontade para expressar a sua. Não serão tolerados ataques pessoais, ameaças, exposição da privacidade alheia, perseguições (cyber-bullying) e qualquer outro tipo de constrangimento;
3. Incentivamos o leitor a tomar responsabilidade pelo teor de seus comentários e pelo impacto por ele causado; informações equivocadas devem ser corrigidas, e mal entendidos, desfeitos;
4. Defendemos discussões transparentes, mas os sites do Sistema Fiep não se dispõem a servir de plataforma de propaganda ou proselitismo, de qualquer natureza.
5. Dos leitores, não se cobra que concordem, mas que respeitem e admitam divergências, que acreditamos próprias de qualquer debate de ideias.