Inovação - 10/02/2011

Curitiba irá discutir o futuro das cidades na CICI2011 

Segunda Conferência Internacional de Cidades Inovadoras, organizada pelo Sistema Fiep, vai reunir 4 mil pessoas e mais de 200 municípios de todo o mundo entre 17 e 20 de maio

 

clique para ampliar clique para ampliarSolenidade de abertura da CICI2010: debates continuam em 2011 (Foto: Gilson Abreu)

Como deve ser a cidade ideal para o futuro? Essa é a questão chave da II Conferência Internacional de Cidades Inovadoras - CICI2011, que será realizada pelo Sistema Fiep entre 17 e 20 de maio, no Cietep, em Curitiba. Esta edição está repleta de novidades. Além da continuidade das discussões já travadas em 2010, este ano os temas centrais serão voltados às cidades ideais para o futuro: cidades digitais; cidades educadoras; cidades empreendedoras; cidades geradoras de energia limpa; e cidades inteligentes. Para garantir o alto nível das discussões, já confirmaram participação nos painéis que serão apresentados durante o evento nomes importantes do Brasil e do exterior. Entre eles, o físico austríaco Fritjof Capra; o economista norte-americano Jeremy Rifkin; o diretor da Global Governance Initiative, Parag Khanna - assessor da campanha do presidente dos Estados Unidos, Barak Obama -; e o médico e especialista em Redes Sociais americano, Nicholas Christakis. O Brasil também trará grandes nomes, como o antropólogo Tião Rocha, o arquiteto Jaime Lerner, o especialista em desenvolvimento local, capital social e redes sociais Augusto de Franco, e o idealizador da CICI e também presidente do Sistema Fiep, Rodrigo da Rocha Loures.

Copa do Mundo de 2014

Outra novidade da CICI2011 é pensar no modelo ideal de cidades que irão sediar os jogos da Copa do Mundo de 2014, que será realizada em 12 capitais brasileiras. Todas as cidades irão participar do evento, apresentando seus projetos e o que já estão fazendo de inovador para promover o Mundial de futebol. As cidades de Stuttgart (Alemanha) e Durban (África do Sul) também foram convidadas para falar de suas experiências na realização das Copas de 2006 e 2010, respectivamente.

Interatividade

clique para ampliar clique
            para ampliarMensagens postadas no Twitter são reproduzidas em telas nas salas de palestras (Foto: Mauro Frasson)

Assim como na edição do ano passado, a CICI2011 também irá desenvolver ações de interatividade com os participantes. A grande novidade para este ano será o globo das cidades. Será instalado no centro do evento um globo de telas representando as cidades-tema. Nessas telas serão projetadas, em realidade futura, as principais discussões abordadas em cada tema, em tempo real. Na primeira edição, a rede social Twitter foi a sensação do evento e será mantida e ampliada este ano. Todas as salas terão telas gigantes onde as mensagens postadas na rede citando o a CICI2011 serão automaticamente transmitidas.

Confira a programação completa da II Conferência Internacional de Cidades Inovadoras no site www.cici2011.org.br.

Coment�rios - Deixe seu coment�rio

por João Maria de Melo. - Quarta-feira, 23 de Fevereiro de 2011 - 22:34:22 - Comentar

Gostaria de poder participar do debate. Cordialmente, João Melo.


Deixe seu coment�rio

Nome (obrigat�rio)
E-mail (obrigat�rio)
N�o ser� divulgado
Cidade (obrigat�rio)
 UF (obrigat�rio) 
Site
Seu blog ou p�gina pessoal
Mensagem




 Li e aceito o termo de responsabilidade online

1. Os sites do Sistema Fiep incentivam a pr�tica do debate respons�vel. S�o abertos a todo tipo de opini�o. Mas n�o aceitam ofensas. Ser�o deletados coment�rios contendo insulto, difama��o ou manifesta��es de �dio e preconceito;
2. S�o um espa�o para troca de ideias, e todo leitor deve se sentir � vontade para expressar a sua. N�o ser�o tolerados ataques pessoais, amea�as, exposi��o da privacidade alheia, persegui��es (cyber-bullying) e qualquer outro tipo de constrangimento;
3. Incentivamos o leitor a tomar responsabilidade pelo teor de seus coment�rios e pelo impacto por ele causado; informa��es equivocadas devem ser corrigidas, e mal entendidos, desfeitos;
4. Defendemos discuss�es transparentes, mas os sites do Sistema Fiep n�o se disp�em a servir de plataforma de propaganda ou proselitismo, de qualquer natureza.
5. Dos leitores, n�o se cobra que concordem, mas que respeitem e admitam diverg�ncias, que acreditamos pr�prias de qualquer debate de ideias.